Comunicado do Centro Internacional B5 frente as incursões policiais na “Brigittenstraße 5", em Hamburgo

A- A A+

Reproduzimos a importante denúncia do site Nuevo Peru a respeito dos ataques realizados pela polícia de Hamburgo contra o Centro Internacional B5.


 

No dia 8 de julho, um ataque bem preparado aconteceu contra o Centro Internacional B5 e os locais que ficam no entorno sem nem pertencerem ao Centro.

As buscas agressivas foram realizadas por uma unidade da BFE da Baixa Saxônia, com mais de cem policiais das forças de elite e que receberam apoio de um operativo com um veículo do esquadrão antibombas. Os funcionários do Centro foram algemados por mais de uma hora e foi negada a assistência de um advogado. Além disso, um médico foi proibido de tratar os feridos existentes. Para a busca da polícia, não houve mandato anterior, e depois de 30 minutos apareceram funcionários da LKA (Oficina Criminal do Estado de Hamburgo) que disseram aos presentes de uma forma geral que vinham devido a evidências dos serviços secretos de que existiam armazéns subterrâneos com material inflamável e explosivo. A ação aconteceu sobre a justificativa de “perigo iminente” no marco da Cúpula do G20.

 

Somente após algum tempo do início da busca que chegaram os advogados aos estabelecimentos afetados. O que os policiais fizeram primeiro foi arrombar todas as portas sem que nenhuma testemunha estivesse presente, e por isso não se sabe se algo foi roubado ainda, ou mesmo se foi forjado algum flagrante com a colocação de “provas” falsas pela polícia.

Os vizinhos que não pertencem ao Centro, como uma cooperativa de alimentos e o cinema vizinho, B-Movie, foram também arrombados, danificando portas, e possivelmente também revistados. Equipamentos caros também foram danificados.

A busca e apreensão durou um total de 2 horas nas instalações de nosso Centro e não encontraram nem levaram nada. Os fogos de artifício que foram mencionados nos meios de comunicação são uma mentira. É claro que em nosso Centro se reúnem grupos antimperialistas, antifascistas e outras organizações, cujo o objetivo político é varrer da terra eventos como o G20 e todo os sistema imperialista mundial.

O ataque aconteceu porque um ato antimperialista contra a Cúpula do G20 foi organizado ali, e estava previsto para realizar-se no mesmo dia. Os manifestantes foram atacados violentamente. A oposição massiva e diversa à Cúpula do G20 tem obrigado os serviços secretos alemães e outros órgãos de repressão a tal ação.

Expressamos nossa solidariedade com todos aqueles que são afetados pelo estado de emergência em Hamburgo.

 

Assine já!

Receba quinzenalmente a edição impressa
do Jornal A Nova Democracia no seu endereço
e fortaleça a imprensa popular e democrática.

Endereços


Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
CEP: 20.921-060
Tel.: (21) 2256-6303

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Tel.: (11) 3104-8537

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

EXPEDIENTE

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Mário Lúcio de Paula
Jornalista Profissional
14332/MG

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas
Fausto Arruda 
José Maria Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto 
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Mário Lúcio de Paula
Matheus Magioli
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond 
Sebastião Rodrigues
Vera Malaguti Batista

Redação 
Ellan Lustosa
Mário Lúcio de Paula
Patrick Granja
Rafael Gomes Penelas

A imprensa democrática e popular depende do seu apoio

Leia, divulgue e conheça. Deixe seu nome e e-mail para se manter informado
Please wait